quarta-feira, 25 de novembro de 2020

O fenómeno da violência contra as mulheres, seja física e psicológica, não poderá ser tolerado. 

A BE, em parceria com o Projeto Jump E7G, procurou que os alunos revelassem, através do desenho, os sentimentos relativos a esta problemática.Torna-se imperativo a sensibilização de toda a comunidade.

Com o intuito de sensibilizar a comunidade escolar para a tomada de consciência deste problema, tão presente nos dias de hoje, os desenhos criados pelas alunas serviram de base para a realização de cartazes,  marcadores de livros e mensagens escritas em balões. 

Posteriormente as alunas partilharam as suas criações através de uma exposição num dos átrios da escola.

Parabéns aos colaboradores!


sábado, 21 de novembro de 2020



No ano de 1973, em resposta à guerra árabe-israelita surgiu a celebração deste dia, por ação de dois professores universitários norte-americanos (Brian McCormack da Universidade do Arizona e Michael McCormack da Universidade de Harvard). 

Presentemente é celebrado em mais de 180 países do mundo.


A Biblioteca associou-se a esta comemoração em forma de vídeo...
Mas se desejar pode jogar com a família... " Jogo da memória"

quinta-feira, 19 de novembro de 2020

DIA MUNDIAL DA FILOSOFIA

O Dia Mundial da Filosofia celebra-se na terceira quinta-feira de novembro e é promovido pela UNESCO, que nesta data procura sublinhar a importância desta disciplina para o desenvolvimento do indivíduo e da sociedade.

O objetivo do dia é enaltecer a importância da Filosofia na vida do homem e na vida em sociedade. Este é um dia de reflexão e de questionamento.

O grupo de Filosofia do Agrupamento de Escolas Pedro Álvares Cabral - Belmonte comemora o Dia Internacional da Filosofia com o visionamento do filme: Contacto, seguido de uma reflexão filosófica em sala de aula. Contact ( Contacto) é um filme norte-americano de 1997, dirigido por Robert Zemeckis com roteiro de James V. Hart e Michael Goldenberg baseado no romance homónimo de Carl Sagan. Contact.

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

 DIA INTERNACIONAL DA TOLERÂNCIA

A nossa escola, onde se  insere a nossa Biblioteca, situa-se no concelho de  Belmonte, terra de tolerância secular. Desde o séc. XV, com o decreto de expulsão dos judeus por D. Manuel I, a comunidade judaica conviveu sempre em cumplicidade com a coletividade local. 

O exemplo desta população deverá servir de lição ao país e ao mundo. Mas, o dia internacional da tolerância só foi estabelecido pela Assembleia Geral da ONU em 1996.

 Este tema está cada vez mais presente na sociedade em que vivemos, onde se assiste a um aumento da intolerância social. O terrorismo e a violência são cada vez mais frequentes.

A biblioteca não podia deixar de despertar, na comunidade escolar, a importância do respeito pelas diferentes culturas, crenças e tradições.


 As crianças do JI do Colmeal da Torre pintaram uma tela alusiva ao tema da tolerância. 

Aqui fica o registo fotográfico...




No Jardim Infantil do Centro Escolar de Belmonte os alunos também criaram cartazes alusivos ao tema:

Sala 1                                      Sala 2

No JI de Caria as crianças divertiram-se a realizar mais um trabalho...


Ao mesmo tempo... Na sede do Agrupamento

Os alunos do Ensino Especial assinalaram este dia através de criações originais...






REFLEXÃO SOBRE A DIFERENÇA...


" A tolerância implica distinguir pelo menos três esferas: o que merece aprovação, o que é tolerável e o que é intolerável"  Helena  Sacadura Cabral

domingo, 8 de novembro de 2020

 DIA INTERNACIONAL DO TRAVA LÍNGUAS

A turma CE3 do 2º ano comemorou o Dia Internacional do Trava-línguas (8 de novembro).

Os trava-línguas que cada aluno recolheu, durante o fim-de-semana, foram repetidos, escritos e ilustrados.
Foi uma atividade muito divertida! 

Tem Curiosidade?
Clique na imagem!
👆👆👆👆👆👆👆👆

A turma CE4 do 3ºano, também  realizou trabalhos sobre este tema. 
Ora vejam algumas ilustrações!...
Para ver em pormenor clique na imagem.👇

quinta-feira, 5 de novembro de 2020

DIA MUNDIAL DO CINEMA


Ler é aprender,pensar, viajar e divertir-se... Tudo ao mesmo tempo... O leitor...
... cria as cenas do livro, na sua imaginação, como se de um filme se tratasse. 
... lê histórias tão marcantes, cujas palavras saltam dos livros para o grande écran.

O LIVRO É MELHOR QUE O FILME? OU SERÁ O CONTRÁRIO?

A BE convidou toda a comunidade escolar a fazer uma apreciação de livros que foram transportados para o cinema.

E as opiniões começaram a chegar!...

No livro e no filme "Código Da Vinci, as diferenças são óbvias, onde na leitura do livro o desenvolvimento da história e os pormenores são mais detalhados. As personagens do filme não têm necessidade de descrições físicas!

Pais do Santiago Silva (CE6)


 
 
O livro "O Principezinho"de Saint - Exupéry tem muito mais pormenores, puxa muito mais pela nossa imaginação em relação ao filme.

Liliana Nabais, Mãe de Eduarda Nabais Gil (CE5)


 

De Thomas Keneally foi adaptado para cinema como filme de drama histórico por Steven Spielberg. Trata-se de um empresário alemão, Oskar Schindler que com a sua esposa Emilie Schindler salvaram milhares de judeus, durante a II Guerra Mundial. Um livro bastante forte mas nada tira a emoção da leitura.

 Pais de João Paulo e José Miguel Elvas (6º A)


Um Sinal dos Céus, livro de Nora Roberts, relata a sobrevivência de uma rapariga (Reese Gilmore),  a um massacre num restaurante onde trabalhava.Perante tal facto, resolve recomeçar a sua vida numa outra cidade, em que, por mero acaso vem testemunhar um outro assassinato. Ao tentar descobrir o assassino, faz com que conheça um rapaz que a vai ajudar em toda esta trama. Ao ler o livro, tive a perceção que a autora descreve de uma forma mais pormenorizada e muito absorvente a ação, despertando  no leitor, um contínuo aumento da curiosidade e uma procura do seu final. Ao visualizar o filme observei que tem partes, onde sabemos que não foram tomadas em conta e não aparecem, embora seja também muito absorvente e com algum suspense.

Jorge Martinho (Assistente Operacional)


O livro "O Siciliano" de Mário Puzo, um clássico, de leitura simples, mas contagiante. É um romance com bases históricas e uma narrativa cativante. Descreve a vida Guiliano, o "Robin Hood" siciliano, mostrando a sua scensão, apogeu e queda. 

Quando há uma adaptação de um livro grande livro para o cinema é sempre um risco e, inevitavelmente fazemos a comparação entre ambos. Ao ver o filme achamos que simplificaram demais a história, o que é inevitável. O ator Christopher Lambert, fez um excelente papel, mas, para quem leu o livro fica com a sensação que falta algo ao personagem. A música e a fotografia são muito bonitas. 

Penso que foi uma boa adaptação e que, dentro do género, é um bonito filme. 

Agora de qual gostei mais? Claro que foi do livro!!! Sem dúvida.

Maria de São José, mãe de António da Costa (6ºA)

quarta-feira, 4 de novembro de 2020

DO 

HALLOWEEN

PARA O 

DIA MUNDIAL DO CINEMA


Ainda com o pé no Halloween mas já com a vassoura apontada ao Dia Mundial do Cinema, a BE convida ao visionamento do trailer do filme "As Bruxas de Roald Dahl" - Título original "The Witches" - que estreou em vesperas de Halloween...